Fisioterapia Hospitalar é destaque no Hospital Hélio Montezano, entenda a importância e como funciona

Por ASCOM / Em 04/07/2019

           


O papel do fisioterapeuta nos hospitais é fundamental para prevenir e tratar complicações musculoesqueléticas, cardiorrespiratórias, neurológicas e outras.

A importância da fisioterapia vai do aspecto assistencial a redução do custo financeiro: o tratamento de pacientes em fase de recuperação, seja de traumas ou cirurgias, resulta em uma maior agilização das altas, o que aumenta a rotatividade dos leitos, diminui as chances de infecções hospitalares, minimiza os custos com remédios e oxigênio, e, principalmente, fornece uma melhor qualidade de vida ao paciente.

No Hospital Municipal Hélio Montezano de Oliveira, a profissional responsável pela área é a Fernanda Fátima Oliveira Rodrigues Dias. Ela trabalha no Hospital há 1 ano e 9 meses, e afirma que sua função é fazer com que o paciente tenha alta mais rápido, e com saúde. O Trabalho no HHMO é feito com pacientes internados “avalio cada um, os que estão acamados são prioridades. Tentamos colocar sentados e em pé o mais rápido possível, para que se tenha alta e a recuperação no menor prazo”, afirma a fisioterapeuta.

Outro ponto destacado pela profissional é a relação com os pacientes, “eles são muito receptivos, adoram quando chego para começar a terapia, tem uns que brincam que querem me levar para casa”. O horário em que são feitos os acompanhamentos é prioritariamente na manhã, de 07:00 às 12:00. A triagem para a escolha de cada um é feita por seleção de acordo com a patologia. Enquanto o paciente estiver no Hospital ele tem o acompanhamento fisioterápico.

Fernanda ainda destaca o lado sentimental da profissão, “criamos um sentimento e carinho ao longo do tempo muito forte, dá vontade da gente estar perto o tempo todo ajudando, fazendo sempre o melhor. Quando tem algum movimento, quando conseguimos colocar alguém de pé ou sentado é uma vitória, é gratificante e eles ficam muito felizes também.”

O trabalho da Fisioterapia é integrado a equipe multidisciplinar, que conta com médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos e assistentes sociais.


Ascom HHMO