Setembro Amarelo

Por ASCOM / Em 11/09/2017

           


Apesar dos altos números, o suicídio ainda é um tabu. Não se fala sobre ele, e parece que ele não acontece. Pensando em desmistificar e, assim, ajudar na prevenção dos casos, o Centro de Valorização da Vida criou, em 2015, a campanha ‘Setembro Amarelo’. Em 2016, a campanha acontece pela segunda vez, estimulando a discussão sobre o tema.

No ano passado, durante a campanha, a população foi convidada a iluminar ou identificar a fachada de uma casa ou prédio, promover passeio de motos com balões, fitas ou panos amarelos, caminhadas com camisetas amarelas ou outras ações que impactem a população.

O suicídio é um problema grave, e já pode ser considerado uma epidemia mundial. De acordo com o psiquiatra Lawrence de Oliveira Assis, no Brasil a crise econômica, o arrocho salarial, o desemprego e o isolamento social dos últimos anos fizeram com que explodissem os casos de depressão e, consequentemente, de suicídios. “Em 2020, a depressão será a primeira doença do século, vai ultrapassar as cardiopatias”, alerta.

Atualmente, de acordo com a OMS, o suicídio já mata mais jovens do que o HIV em todo o mundo, e é a segunda maior causa de mortes violentas, perdendo apenas para acidentes de trânsito e na frente, por exemplo, dos assassinatos.

Segundo o médico, é preciso dar mais atenção às doenças psicológicas. Entender que elas são doenças e que precisam ser realmente tratadas é o primeiro passo. Além disso, ele critica os tratamentos feitos somente com remédios ‘tarja preta’. “as benzodiazepinas sozinhas não ajudam em nada. Os pacientes pedem, porque querem um alívio imediato para aquela dor. Eu explico que é como se fosse apagar a luz. Você toma o remédio e é como se estivesse desligando o sofrimento. Mas no outro dia ele está lá quando você acorda. Se o problema não foi tratado, ele volta e só será apagado de novo com uma nova dose de remédio, o que causa a dependência”, afirma Lawrence.

No dia 19/09/2017, às 8 horas, será realizada pelo 36° BPM a primeira caminhada pela vida cujo tema será: #AcreditonaVida (informar para prevenir) e, nesta ocasião, estão convidados para caminhar conosco o Tiro de Guerra 01-002 de Santo Antônio de Pádua, o Corpo de Bombeiros Militar, a Guarda Civil Municipal, psicólogos, CAPS, Conselheiros Tutelares, representantes das unidades de ensino públicas e particulares, bem como a população em geral. Sairá às 8 horas do 36º Batalhão de Polícia Militar com destino à Praça Pereira Lima no centro de Santo Antônio de Pádua, onde haverá uma palestra sobre o tema com o Diretor Geral do Departamento de Saúde Mental, Psicólogo clínico e Psicanalista Dr. Allan de Aguiar Almeida, com apoio e participação de psicólogos de nossa região.

 

Vista uma camiseta amarela ou branca e venha caminhar conosco.